terça-feira, julho 06, 2010

MEDO

o que foge a nossa compreensão, tememos...
o que foge a nossa construção, tememos...
temos medo de falhar, 
como também do sucesso...
temos medo da solidão, 
mas também de relacionamentos...
temos medo da morte, 
mas também do viver...

O medo da morte paralisa para a vida, 
mas o medo da vida, 
o não fazer, 

eterniza a morte a cada instante.

41 comentários:

Helcio Maia disse...

"...eu tenho medo e o medo tá por fora, medo anda por dentro do meu coração..."
A música (Belchior) ilustra seu texto tão interessante. Medo integra nosso acervo humano, é sinalizador, equilibra a equação da vida (intenção e gesto), até que o temamos...a partir daí, ele pode paralisar, arrefecer o impulso de viver.
Bem...acordei sem medo, não darei ouvidos ao que me assusta, vou correr na praia, torcer pelo Uruguai e...mandar um beijo grande (mesmo sendo repetitivo rsrs) para as "jujubas" e para a "confeiteira", tá?

Lua Nova disse...

Cada vez que te leio, percebo o quanto vai na tua alma, a riqueza e a intensidade dos teus sentimentos e a sensibilidade que transborda em palavras.
Muito lindo.
Parabéns.
Beijos.

Bípede Falante disse...

Patrícia, vou deixar aqui uma frase bem singela, mas que fez muito sentido para mim. Foi dita pelo meu professor de autoescola a long time ago. Eu nunca queria subir a Lucas de Oliveira, que é uma rua muito muito vertical. Então, um dia, paramos o carro lá embaixo e ele me disse, um rapaz simples, vá que o medo é uma miragem, quando você chega nele, ele desaperece.
Adotei como lema de vida. De lá para cá, engato a primeira e vou sempre.
De qualquer forma, adorei o seu post. O medo pode ser mesmo paralisante e não é fácil enfrentá-lo.

Lara Amaral disse...

Vc sempre compartilha tão poeticamente sábias palavras. Bom te ler, moça!

Beijos.

Sil.. disse...

O medo tbm não deixa de ser uma força que move Pat, acredite!
Medo não é sinônimo de covardia.
Mas o medo não pode deixar a gente ir além.
Medo...medo....uma merdaaa!

Um abraço minha linda!
Vi seu recadinho no meu orkut.
To bem sim, to maravibótima hahaha.
Indoooo ao encontro da vida.

Carol Morais disse...

Tememos tanto que temos medo de temer algo tambem.
Eu achei tuas palavras muito verdadeiras, sabe?Eu me identifico! Presente!Levanto minha mao.
Eu tenho tanto medo de fazer tanta coisa, e as vezes somente pensar em algo ja me vem a sensacao de medo junto.Mas, o medo pode ser algo bom, pois, ao enfrenta-lo eu me sinto uma heroina!

Um super beijo, minha querida!

Saulo Taveira disse...

Me fez lembrar uma música do Lenine cantada junto com a Julieta Venegas Trecho:

Miedo
"Medo de olhar no fundo
Medo de dobrar a esquina
Medo de ficar no escuro
De passar em branco, de cruzar a linha
Medo de se achar sozinho
De perder a rédea, a pose e o prumo
Medo de pedir arrego, medo de vagar sem rumo

Medo estampado na cara ou escondido no porão
O medo circulando nas veias
Ou em rota de colisão
O medo é do Deus ou do demo
É ordem ou é confusão
O medo é medonho, o medo domina
O medo é a medida da indecisão

Medo de fechar a cara
Medo de encarar
Medo de calar a boca
Medo de escutar
Medo de passar a perna
Medo de cair
Medo de fazer de conta
Medo de dormir
Medo de se arrepender
Medo de deixar por fazer
Medo de se amargurar pelo que não se fez
Medo de perder a vez

Medo de fugir da raia na hora H
Medo de morrer na praia depois de beber o mar
Medo... que dá medo do medo que dá
Medo... que dá medo do medo que dá"

Robin K disse...

Obrigado pela sua passagem pelo blog. Espero que volte mais vezes.

Adorei os teus poemas. São sinceros e intensos.

Keep on

Robin K

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Olá.

O medo nos rouba
tudo aquilo que poderia
ser plenitude,
e que deixa de crescer
em nossa vida...

Dias de paz para ti.

Sarah Slowaska disse...

Acho que o dia em que eu acordar sem medo de nada, será o dia mais temeroso da minha vida.

Beijos querida, adorei o outro blog! Coisa mais doce, feito jujuba mesmo!

:D
Beijinhos

Marcio Nicolau disse...

"...enfrentar ainda causa muito medo
fugir é bem pior..."

(Idenficação total com o que você escreve aqui em teu blog)

Juan Moravagine Carneiro disse...

Lindas palavras que podem ser percebidas como conselhos...

abraço

Rafael Castellar das Neves disse...

Verdade! Podemos para uma vida pelo medo, mas também podemos vencer muitos obstáculos por alguns deles...

[]s

Celso Andrade disse...

Mais continuamos vivendo mesmo assim e pedindo mais as vezes!

Não sei porque mais sua foto(de longe me lembrou Elisa Lucinda!)

Abraço

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

a solidão de sempre a nos seguir o que fazer?

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

a solidão de sempre a nos seguir o que fazer?

O Profeta disse...

Esta ilha não tem fortuna
Trocou-a por um curioso mistério
Este irreal e intenso verde
Que inunda o olhar mais sério

Nesta ilha há um beijo na tua procura
Nesta ilha as pedras não têm idade
Nesta ilha as juras são lançadas à maresia
Nesta ilha o sonho é janela da verdade

Doce beijo

dade amorim disse...

Patrícia, você está me saindo um gênio! Beleza eloquente, poema quente.

Beijo beijo.

Patrícia Gonçalves disse...

Helcio, interessante..., se não temermos o medo ele é bom, é uma balança entre o desejo e agir, mas a partir do momento que nos damos conta dele, ele vira monstro, é isso? complexo...

Patrícia Gonçalves disse...

Querida Lua, obrigada. Mas algumas vezes tenho medo de ser percebida pelo que escrevo, não consigo me distanciar de mim mesma pra fazer uma auto leitura. Vamos dizer que no reflexo do meu espelho eu não consiga ver todas essas imagens... não sei se fui clara...

beijo grande!

Patrícia Gonçalves disse...

Bípede, meu deus, você me fez lembrar a autoescola. Eu morria de medo de ladeiras, e deixava sempre o carro morrer...

Gostei muito da frase dele, é, o medo é uma miragem, temos que engatar a primeira, sempre!

Obrigada e bj

Patrícia Gonçalves disse...

Lara Linda, que bom que você gosta! Engraçado você falar que compartilho palavras sábias, esse pensamento não é compartilhado pelo meu ex-marido rssr...

beijo grande

Patrícia Gonçalves disse...

Sil, o medo pode ser uma força a partir do momento que você não o aceita.

O medo não é ruim quando te faz ponderar e moderar...

É, mas concordo, o medo é uma merda, quando a gente se caga de medo!

Patrícia Gonçalves disse...

Carolzinha, não sei se é medo, neste caso talvez ansiedade, só de pensar em fazer algo já nos consumimos, é muita responsabilidade dar conta de um recado tão grande, pensamos. Pois quando pegamos algo pra fazer não é pela metade e queremos que seja mais que perfeito, excelente.

Beijo grande super girl!

Patrícia Gonçalves disse...

Putz, Saulo, muito lindo!!!

beijo grande!!!

Patrícia Gonçalves disse...

Oi Robin, seja bem vindo! Que bom que gostou!

Obrigada!!!

bj

Patrícia Gonçalves disse...

Oi, Aluisio, obrigada pelos votos de paz! Pra você também!

Realmente, o medo nos impede de ser plenos...

beijão

Patrícia Gonçalves disse...

Oi Sarah, eu pelo contrário, gostaria muito de acordar um dia sem medo, sem um pinguinho de medo.

Que bom que gostou, venha sempre comer jujubas, o pote estará sempre cheio!!!

beijinhos!!!

Patrícia Gonçalves disse...

Marcio, fugir é sempre ruim...

Em algum poema por aí eu disse " medo que se olha no olho não é mais medo", e é isso aí!!!

beijão!

Patrícia Gonçalves disse...

Juan, obrigada, mas as pessoas não gostam de conselhos...

mas, acredito mesmo que o não fazer nada, o não viver, é o perpetuar continuo da morte, que tanto tememos...

beijão

Patrícia Gonçalves disse...

Oi Rafael, obrigada pela visita! Volte sempre!

Concordo, temos que saber usar o medo!

abração

Patrícia Gonçalves disse...

Oi Celso, obrigada pela visita!

Sempre pedimos mais, somos eternos insatisfeitos!!!

Obrigada pela comparação com a Elisa Lucinda, ela é linda!!!!

abração! Apareça mais vezes!!!

Patrícia Gonçalves disse...

Ediney, não a tema!!!!rssr

Obrigada pela visita, moço!!!

beijo grande!

Patrícia Gonçalves disse...

Oh profeta, obrigada pela visita e o poema!!!!

beijo doce! (hummm, acho que é receita de sobremesa)

Patrícia Gonçalves disse...

Oi, querida Dade, puxei o Thomaz que vai ser gênio quando crescer!!!

Obrigada, linda, beijo grande!

Sobre Pele disse...

parecia que tudo já havia sido dito sobre o medo até que leio seu texto,

"...o não fazer,
eterniza a morte a cada instante"

esta frase acendeu um interruptor em mim, deu um estalo...

Patrícia Gonçalves disse...

Oi Ester, bom você aqui!

Gosto de saber que o texto pode cumprir um papel de interruptor.

obrigada pelas palavras!

beijo grande!

aluisio martins disse...

Nada resta que não reste dúvidas e medos. Sirva-se da coragem de ser poeta e mulher. Maior coragem não há...
Lindo sítio
Vou voltar...

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

poxa, podia jurar que tinha feito um comentário aqui!

Patrícia Gonçalves disse...

Wal, será que você não fez em outro post, não? rsrs

Patrícia Gonçalves disse...

Oi, Aluisio, queria passar no seu sitio, mas não encontro!!!

Os blogs estão todos desatualizados!

Onde vocês tá? rssr

beijão