quinta-feira, abril 21, 2011

Sinto tua ausência

meu olhar trespassa o vazio
na busca do contorno de algo que foi

se o sol não vem mais aquecer as flores
ou, por ventura, o mar silenciar suas ondas
estrelas escuras em um céu sem cores
sobre o que falarei eu

e, se minha mão negar o carinho do vento
saberei que roubaste, não de propósito
o sabor do momento

e, neste átimo silêncio
entre o perene e eterno
em algum lugar
promessa
te espero


P.S - A você que está por aí em algum lugar bebendo vinho, fumando charuto, ouvindo um bom jazz, meu amor em palavras e agradecimento pela linda caminhada!

6 comentários:

valeria soares disse...

Adorei seu texto!

Feliz Páscoa!

Júlio Machado disse...

A vida sempre nos convida a ser felizes; basta embarcar nessa viagem.
Abs poéticos!

VELOSO disse...

Tudo de bom em tudo e sempre! Parabens pelos escritos!

Patrícia Gonçalves disse...

Valeria, obrigada! abs

Patrícia Gonçalves disse...

Julio, a vida sempre nos convida a ser felizes, algumas vezes o trajeto surpreende e questionamos, mas depois vem o raio de sol e tudo fica bem! :)

bjs

Patrícia Gonçalves disse...

Veloso,

Obrigada, tudo de bom pra vc também!!!