quinta-feira, abril 14, 2011

Encontro

Sabe em mim teu zelo, teus anseios desmedidos, um amor quase sufocante, protetor. Em mim brilha o sol
suave e quente, de manhãs de verão e brisa na praia, mãos dadas a correr e a alegria boba de quem não tem pressa, a vida fugia e éramos jovens, bem, eu era jovem. Você como herói, sempre a postos para me salvar
de todos os tormentos, te angustiava minha independência, meus momentos de rebeldia, quando fugia e te deivaxa louco. No fim, você fugiu, e eu, fiquei louca. Talvez, em algum momento futuro ou, por certo, outra dimensão, a gente se encontre, prometo não fugir se você também não.

9 comentários:

Helcio Maia disse...

A fuga louca, a loucura da fuga, que torna tudo fugaz...
Talvez, outra vez, sem que seja novamente mas, com certeza, com nova mente...

Bípede Falante disse...

Se ninguém sair correndo, já é um bom começo :)

valeria soares disse...

A-do-rei!!!!

Belo domingo pra vc!

Camila Salgado Lacerda disse...

Também falei para alguém no universo que seja qual for a dimensão, seja de que tipo for o encontro, seja em que tempo for, quero estar perto de novo.
Beijos,
Camila

Patrícia Gonçalves disse...

Helcio, com certeza, sera com uma nova mente! Mais evoluídos, talvez com asas....

Patrícia Gonçalves disse...

Bípede, nesse caso aqui, poderíamos sair voando, rsrsr

Patrícia Gonçalves disse...

Oi Valéria, quanto tempo!!! Que bom que gostou!!

Patrícia Gonçalves disse...

É camila, esses encontros prometem, se também ocorrer de estivermos por lá, juntas novamnete, te digo como foi!rsrs

beijos

Carol Morais disse...

Mesmo loucas, ou não. Quem vai dizer que não somos felizes? Ney já dizia que louco é quem me diz que não é feliz....Então, se o que fica é a felicidade, que a felicidade fique sempre. E que a sanidade seja considerada um detalhe. pequeno...