domingo, novembro 14, 2010

Vida

Vida que segue tranquila
pedras no caminho somente a lembrar 
o olhar cuidadoso ao detalhe

A flor desabrocha na janela 
feito gato ao sol que beija lânguido a luz quente e doce

Bendita a vida que desce e se derrama
feito gota de êxtase


Morro bêbada a cada manhã
imersa em desvarios senis
precoces de quem burla a existência



22 comentários:

nydia bonetti disse...

Bendita a vida - sempre e apesar de tudo. Linda tua poesia, Patrícia. beijo!

valeria soares disse...

Belíssima imagem criada por você. Prazer em conhecê-la. Estou te seguindo

Luis Eustáquio Soares disse...

belo poema-manhã, de nascer, vind-ouro, de querer, sorver, ver, correr,
ser.
b
de la mancha

Canto da Boca disse...

Caleidoscópica vida, cúmplice da nossas emoções, sempre à espreita das nossas mudanças, sempre assinalando novas veredas.

Belo, Patrícia, como sempre!

Obrigada pela visita, é sempre um prazer ter você no Canto.

Beijo!

Iara disse...

Olá Patrícia, obrigada pela visita.
Parabéns pelo belo post, como sempre só encontro por aqui sentimentos traduzidos em palavras de uma forma espetácular. Parabéns mesmo!!!
Bjoss

carmen silvia presotto disse...

Vida que te quero viva, assim me diz o poema!

Beijos

Tuca Zamagna disse...

"Morro bêbado a cada manhã
imerso em desvarios senis
precoces de quem burla a existência"

Vou roubar isso, Patrícia. Para tomar como fortificante toda manhã. E como purgativo de culpa nas manhãs de grande ressaca!

Quem sabe não será também o elixir da eterna juventude?

Beijos

P.S.: Só hoje reparei no seu perfil... Rio de Janeiro - Cataguazes. Que privilégio ter no currículo essas duas cidades! Principalmente, pela oportunidade de passar sempre pela minha Leopoldina...rsrs

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

Bacana, Patrícia. De parabéns por este e pelos outros todos. Um beijo.

MariAne disse...

... e ainda assim, a vida segue tranquila!

Flor, tem um selinho pra ti lá em: http://duaspontasdolapis.blogspot.com/2010/11/selo.html

Abraços da Mari

Úrsula Avner disse...

Oi Patrícia , bonita poesia que testifica sobre sua sensibilidade e delicadeza poética. Bj e grata por seu carinho.

sidnei olivio disse...

Gostei muito do seu blog. Estou te seguindo. bj.

Patrícia Gonçalves disse...

Nydia, Obrigada. Depois dos momentos de confusão é sempre bom paramos para avaliar e darmos as graças pela vida, que é sempre bendita!

beijos!

Patrícia Gonçalves disse...

Obrigada, Valeria, seja bem vinda!!!

O prazer é meu!

beijos

Patrícia Gonçalves disse...

Luis, obrigada!

bjs

Patrícia Gonçalves disse...

Canto, doce canto, é um prazer tê-la aqui!!!

Vida caleidoscópica com certeza, e temos o destino a mudar sempre o brinquedo para novos desenhos se formarem!

beijo!

Patrícia Gonçalves disse...

OI, Iara, obrigada! Sentimentos, vida em palavras, feito balas embrulhadas em papel de arroz!

bjs

Patrícia Gonçalves disse...

Carmem, e que assim seja feito!!!

beijos

Patrícia Gonçalves disse...

Querido Tuca,

Pode roubar a vontade, não sei se dá para beber eternamente,rsrs

beijos

P.S - Quem diria sairmos lá da terrinha pra nos encontrarmos nesse mundão grande da web. Da próxima vez, darei tchau para a cidade pensando em você!

Patrícia Gonçalves disse...

Marcelo, obrigada, querido. Tenho me divertido muito com a leitura de suas crônicas no sábado!

beijos

Patrícia Gonçalves disse...

Mariane,

Obrigada, querida, pelo selinho, vou lá buscar, quero criar uma página somente para os selos, ainda não sei como fazer... rsrssr

beijos

Patrícia Gonçalves disse...

Ursula, delicadeza poética sãos seus versos cor de carmim!

beijos!

Patrícia Gonçalves disse...

Sidnei, eu é que gostei do seu blog!

Seja bem vindo!!!

bj