segunda-feira, setembro 06, 2010

Cortinas de Organza

Na escuridão me conforto
na gaveta fechada
entre folhas de seda
o intocado guardado
vida inteira
bem dobrada
preservada 
da vida


Choro medos antigos
emoções esvoaçantes
na janela voam sonhos
feitos de cortina de organza


Foto: Walkyria, Céu Aberto  
Hoje fui visitar o Céu Aberto  e me deparei com um texto lindo, lindo da Walkyria,  Tempo e Duração, que fala de vida, lembranças e desejos. 
Chorei horrores, ando muito emotiva. Quando voltei, tinha sentimento no peito querendo virar palavra. 
Assim, dedico esses versos a minha querida amiga Wal, mulher porreta que me emociona profundamente!

27 comentários:

Helcio Maia disse...

Bonita homenagem, pois transcende a criadora, mistura-se à criação e segue caminho.
Seu texto é comovente, denso. Identifiquei-me com o conforto que o escuro aconchegante propicia, com a parcela de vida intacta, a espera de vida, a potencialidade que aguarda, guardada. A longevidade dos medos, o vôo das emoções, a cortina, que descortina registros mnêmicos, sentimentos que ainda engatinham, seduzidos por sons, cores e estímulos ainda intocados.
Beijo.

Mariane disse...

Sua sensibilidade exalada chegou em mim em forma de poesia...
Estendo-te um lenço, um aconchego, um chá!
Beijos meus, desta Mari de cá...

Bípede Falante disse...

Patrícia, emocionante...

Lara Amaral disse...

Tristemente leve e bonito.

Beijo.

Carol Morais disse...

É incrível oq ue essa tal de Wal pode fazer com a gente, né?! Mulher incrível. Assim como você!

Patrícia Gonçalves disse...

Helcio, na verdade, foi o intocado que me emocionou, vida guardada dentro de gaveta.

Me deu uma tristeza sem fim, moço, temos que ter coragem de abrir as gavetas e algumas vezes penso na minha covardia ou então na escuridão que conforta...

beijo

Patrícia Gonçalves disse...

Mariane, querida, aceito tudo, chá, lenço e aconchego!

Obrigada, beijos!

Patrícia Gonçalves disse...

Bípede, foi mesmo, acho que temos tanta coisa guardada em gavetas e como a Wal mesmo disse, nem nos damos conta. Chega um dia, assim, do nada, escapa e transborda.

bj

Patrícia Gonçalves disse...

Lara, é, que nem a cortina...

bjs

Patrícia Gonçalves disse...

Carolzinha, obrigada, mas a bicha é porreta mesmo!

beijo

Tuca Zamagna disse...

Ando muito emotivo também, Patrícia. Chorei horrores, até desfaleci, quando você comentou há pouco lá no DS que "tinha uns processos mas já passou-os". Quando voltei, tinha sentimento no peito querendo virar palavra.
E virou: karsbltdyöphwñtt!!!
Será que ísso tem cura?

Beijão

Patrícia Gonçalves disse...

Tuca, hahahah, adorei sua palavra!!!!

Espero que não, que você seja sempre assim!!!!!

beijão

carmen silvia presotto disse...

Cortinas de organza traz uma imagem bela... depois te leio e sinto todo o encontro, o sentimento que do peito vira palavra poesia.

Um beijo.

Carmen Silvia Presotto

J Araújo disse...

Patricia, uma linda homenagem. Parabéns pelo belo blog.

Bj

Ester disse...

Patrícia,

hoje sem comentários...
apenas permito-me sentir e sorver a poesia emanada de suas palavras,
leves como um sonho antigo...

Beijos,

Robin K disse...

Que bonito...

Assim é bom regressar de férias.

Mil beijos

Robin K disse...

Que bonito...

Assim é bom regressar de férias.

Mil beijos

Valéria Sorohan disse...

Que lindo Patrícia. muito inspirador mesmo. nunca me enganei acerca da qualidade dos seus poemas. Continua a escrever divinamente.

BeijooO*

Poupée Amélie™ disse...

Patrícia,
Linda demais a sua "cortina de organza".
Chorar medos antigos é bom - alivia
e limpa a alma.
As vezes é necessário fazer essa faxina.
BjO*

Mary Happy disse...

obrigadíssima pela tua opinião ;)

Patrícia Gonçalves disse...

Carmem, realmente foi um encontro!

beijo

Patrícia Gonçalves disse...

J Araujo, obrigada pela visita!

bjs

Patrícia Gonçalves disse...

Ester, linda, ok, sem comentários, rsrsr!!

beijos

Patrícia Gonçalves disse...

Robin, já tava morrendo de saudade!!!


Que bom que está de volta!

beijos mil!

Patrícia Gonçalves disse...

Valeria, obrigada, obrigada e obrigada!

beijos!!!

Patrícia Gonçalves disse...

Poupée, faxina é sempre bom!!!

beijos!

Patrícia Gonçalves disse...

Mary, foi um prazer!!!

bjs