terça-feira, abril 27, 2010

Esquizofrenia

De tempos em tempos me deparo com os meus vários eus. Me dei conta, que não gosto muito deles. Como conviver com esses múltiplos de mim?

Talvez não tenha, e eu possa cometer um assassinato em série. Pra que me serve meu eu autoritário, o tirano, o controlador, o crítico exacerbado, o vaidoso?

Algumas vezes percebo que conspiram as minhas costas, e tentam me sabotar... E, eu, ingênua que sou caio na armadilha! Me pego frustrada, sorumbática, me critico, fico mal, quando na verdade, não sou eu, sou eu refém deles. Por isso, às vezes quando olho no espelho..., não sou eu..., é o outro de mim que me olha.

Deus, terei cura?

8 comentários:

Anônimo disse...

Somos muitos, tantos, diversos, transversos outros, que colidem com o que julgamos ser, com o eu aceito, proclamado como predileto.
Não há como evitar a diversidade em nós, tantas facetas convivendo num mesmo território, transformado, assim, em estranha nação estrangeira, como se fossem embaixadas de países distantes, cujos idiomas, ritos e costumes não soubéssemos decifrar e assimilar.
Se há cura? Sim, mediante a auto-tolerância, pois esses "eus aborígenes" contribuem para a nossa evolução, por mais que pareçam inoportunos.

Sarah Slowaska disse...

Ah não faz mal! O que eu disse, foi que é preciso saber manter-se o equilíbrio dentro de nós. Não somos um só porque não somos Seres estáticos, tal como a vida, nós vivemos em constantes mudanças tanto físicas, como mentais e espirituais.
Estes outros ' eus' são mais do que necessários, pois adequam-se, todos eles, a um determinado momento da nossa vida.
Nós adaptamo-nos ao ambiente em que nos encontramos, e isso é maravilhoso.
O que devemos fazer, é tirar o que há de bom em cada um dos 'eus' que possuímos, para transformarmo-nos num 'nós' em total harmonia com a nossa vida.

;)
Um beijinho

Sil.. disse...

"Como conviver com esses múltiplos de mim?"

Aiiii minha amiga, tão eu, tão eu as vezes...
Adoro passar aqui e ler seus escritos, me fazem bem.
Voce é um amor de pessoa!
Tenho conhecido tanta gente bacana aqui.
Gracias a la vida que me há dado tanto!

Um abraço!!!

Patrícia Gonçalves disse...

Caro anônimo, acredito que esses eus, pura manifestação de meu ego, não ajudam em nada em minha evolução, na verdade, aparecem para me colocar à prova. Considerando bem, de repente, eles podem ajudar sim, na medida em que me testam, pois eu tenho que redobrar a vigia, buscar o ensinamento e tentar melhorar. só não queria sofrer...

Patrícia Gonçalves disse...

é isso mesmo, sarah, a busca pelo nós em nós, de forma inteira, sem culpa e sem neura!

beijos,

Patrícia Gonçalves disse...

Querida Sil, seu blog traz conforto à alma. Vc é muito bem vinda aqui!
bjs

Anônimo disse...

Já que você abriga tantos eus,
como versos na poesia,
digo que você é Patri & cia,
convidando seus eus aos meus.

Patrícia Gonçalves disse...

oi, gostei do patri&cia, bem original.